Home
Outros
 
 
 

Desencontros no Prazer Sexual
Margareth de Mello F. dos Reis

As expectativas femininas e masculinas do encontro sexual, em geral, não são convergentes e por isso tendem a provocar frustrações individuais ou mútuas.
Cada um dos sexos tem a sua visão específica do que é o prazer sexual para si e acaba usando esse referencial pessoal para satisfazer o outro na relação de intimidade.
É típico do homem ter o seu prazer mais genitalizado, isto é, focado no pênis.
Por isso ele tende a conduzir as estimulações eróticas direcionadas para essa área partindo logo para a penetração.
Já a mulher, em geral tende a preferir estimulações em outras áreas erógenas do corpo antes de ser estimulada diretamente nos genitais.
O homem é mais visual e fica mais a vontade para fantasiar com o sexo.
Com isso, conforme ele imagina que pode acontecer um clima de intimidade com sua parceira ou com uma parceira potencial, ele já vai preenchendo o seu "reservatório interno" com intensas motivações sexuais.
A mulher costuma preencher o seu "reservatório interno" com fantasias mais românticas, mesmo que ela também esteja desejando sexo com o parceiro ou com um parceiro potencial.
Resumo da ópera: os dois podem ter as mesmas intenções, estarem com o mesmo nível de desejo sexual, mas cada um imaginando um caminho diferente para chegar no mesmo ponto.
É com esses diferentes significados, e consequentemente, com essas diferentes expectativas que ambos se aventuram nessa mesma situação.
Se essas diferenças não forem compreendidas e a sintonia erótica não for conquistada, o envolvimento sexual pode se tornar problemático.
Com jeitinho e criatividade na relação a dois, o homem pode começar a valorizar um pouco mais o potencial erógeno que o seu corpo tem e a mulher centralizar um pouco mais as suas sensações eróticas nos seus genitais.
Assim, ambos poderão aumentar as sensações agradáveis das preliminares e extrair muito mais prazer de um encontro íntimo.
Vale a pena experimentar.


Outros Textos deste Autor
Outtros Textos desta Subsecao


Este site é mantido por: Margareth de Mello Ferreira dos Reis